domingo, 2 de agosto de 2009

Evolução demográfica


video

A evolução demográfica é um fenómeno a que nem sempre damos o devida e necessária atenção.
A História sempre nos revelou que a demografia é determinante da evolução da vida na Terra e das civilizações.
O presente filme sobre a evolução demográfica na Europa é uma chamada de atenção.
Será que ainda estaremos a tempo de salvar a nossa cultura?

3 comentários:

  1. bem. um vídeo alarmista e islamofóbico, que contamina as pessoas com ódio e irracionalidade. a cultura é muito mais que religião. nem sei como caiu nesta esparrela, professor...

    ResponderEliminar
  2. Agradeço a sua contribuição.
    No entanto não compartilho a sua visão sobre a questão.
    As coisas, só por si, não são boas ou más. Elas são aquilo que nelas queremos ver.
    A evolução demográfica está estudada e leva-nos a uma realidade retratada no vídeo.
    Admito que o vídeo não seja nenhum estudo científico ou que não tenha objectivos próprios dos autores.
    Mas não podemos ignorar esta realidade.
    Depois, não se trata apenas de uma questão de religião ou de ódio.
    É uma questão de sobrevivência de uma cultura e de um povo.
    Mas cada um tem direito à sua própria maneira de encarar o Mundo.

    ResponderEliminar
  3. Eu percebo as suas angústias. Mas o melhor que a cultura europeia tem a fazer é não proibir a crítica à religião, fomentar o ensino laico e exaltar os valores humanistas da liberdade e da democracia. Que é o que não se faz actualmente. Aliás, um retrocesso para o medo leva ao segregacionismo, e isso sim dará origem a problemas bem maiores que estes.

    Vai ver que certamente grande parte da população imigrante, seja ela de cultura islâmica ou hindu ou o que quiser, vai casar-se e ter filhos com a população tradicional europeia.

    Este vídeo tem uma agenda própria de uma igreja cristã fundamentalista e uma visão demasiado enviesada do mundo actual - muito à imagem do que os Mass Merdia americanos usam para manipular as pessoas. E engraçado que nem se quer fala dos imigrantes chineses.

    ResponderEliminar